Segundo usuários da agencia de caixa econômica de breves, tem pessoas que chegam a passar 4 horas na fila por um simples atendimento no caixa eletrônico.  ´´A promessa era que nesse lugar nos seria atendido mais rápido mas ate hoje não sentir diferença, ressaltou dona  Antônia Silva de 52 anos.“

 Segundo funcionários da agencia a grande demanda se dar por que breves recebe usuários de pelo menos 6 municípios do Marajó.  Os maiores transtornos são nos períodos de pagamento do bolsa família e seguro defeso dos pescadores.

Os beneficiários do bolsa família que recebem seus dinheiro fracionado com uso de cédulas de 2 reais, reclamam que apenas um caixa eletrônico é usado para atender centenas de pessoas, e muitas vezes falta dinheiro no caixa prejudicando ainda mais os atendimentos.