MORADORES OCUPAM ÁREA DEVOLUTA EM SALVATERRA

0
76

Moradores de Salvaterra estão promovendo a instalação de mais uma ocupação na cidade. Desta vez é no bairro do Caju, as margens do rio Paracauary, conhecida como área do Castelo.

Cerca de 300 famílias estariam participando da ação, conforme números apresentados pelos próprios ocupantes.

Na manhã desta sexta feira 28, os populares foram surpreendidos pela presença de máquinas, seguranças e uma advogada, dizendo se representante dos proprietários.

Os populares exigiram documentação que comprovasse a posse da área, mas a advogada somente teria dito que eles teriam que sair, por bem ou por mal.

Uma guarnição da Polícia Militar foi acionada pelos moradores para o local, com o objetivo de manter a ordem e evitar confrontos.
Um jovem se apresentou por ser filho e representante do grupo de cinco proprietários da área, para amenizar o clima de tensão provocado pela advogada que, segundo os moradores, filmava tudo e, em tom de ameaça, intimidava os populares que estavam na área.

O jovem abriu diálogo com os ocupantes e decidiu pela retirada da sua equipe e das máquinas do local, bem como a retirada da cerca que estava sendo posta, até que seja feito procedimento na justiça, através do Fórum de Salvaterra, para reintegração de posse.
Foi solicitado que, caso seja decretada reintegração da área, seja iniciado loteamento e prioridade de negociação com quem já está no local.

RECLAMAÇÃO
Os moradores alegam que a área ocupada estava sendo usada para os mais diversos atos fora da lei, incluindo tráfico e consumou de drogas, roubos, e até tentativas de estupro. Moradores reclamam do lixo que se acumula e do mato fechado proliferando vários tipos de doenças e tornando a área de alta periculosidade.

“Eles não limpam, não cuidam, não usam, não fazem nada, nem ao menos uma cerca colocaram para isolar a área. Agora que ocupamos para limpar e dar outros ares, aparecem donos e advogados para nós ameaçar” disseram os membros da ocupação.

Por Dário Pedrosa